FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


A SALVAÇÃO DA HUMANIDADE...
 
Desde que o Filho de Deus, Jesus de Nazaré, veio a este mundo cumprir sua missão de redimir a humanidade, que a nossa história passou a ser contada Antes de Cristo (AC); e Depois de Cristo (DC). Ora, isto não é fruto do acaso nem mera coincidência, trata-se da verdade que Cristo Jesus é: o Senhor de todas as coisas e também de toda a história. É impossível pensar o mundo sem Deus e sem seu Cristo, é impossível a vida sem Deus e sem Cristo. Creio que toda a humanidade aspira por uma vida paradisíaca onde reine a verdade, o amor, a justiça e a paz; mas apesar das tentativas dos regimes totalitários, capitalista, comunista, socialista etc.; apesar do progresso das ciências e de toda a experiência humana acumulada, este mundo, que infelizmente quer viver sem Cristo e sem Deus, parece mais um inferno em ebulição.
 
Talvez seja porque os homens não percebem que caminham na contra mão das leis divinas e naturais, ou mesmo se percebem, desdenham de tais leis. O resultado é uma sociedade desvairada, sem controle, mergulhada na corrupção dos valores cristãos e humanos; mergulhada nos vícios e malefícios das artimanhas humanas; mergulhada no tráfico de pessoas, drogas, armas e toda espécie de contrabando; mergulhada nos desmandos das autoridades constituídas, e nos males que dissipam vidas e mais vidas à todo instante.
 
E aí vem a pergunta, será que existe solução para tudo isto? Será que podemos evitar o caos e a destruição da terra e de tudo que há nela? Pensando bem, sem a intervenção divina, isto é impossível, dada as circunstâncias que vivemos. Mas, podem até argumentar: ora, Deus não já interviu na história? Cristo já não veio para redimir a humanidade, por que ela permanece nesse mar de lama em que se encontra? Responderei estas perguntas com as arguições de São Pedro: “Mas há uma coisa, caríssimos, de que não vos deveis esquecer: um dia diante do Senhor é como mil anos, e mil anos como, um dia. O Senhor não retarda o cumprimento de sua promessa, como alguns pensam, mas usa da paciência para convosco. Não quer que alguém pereça; ao contrário, quer que todos se arrependam”.
 
Entretanto, virá o dia do Senhor como ladrão. Naquele dia os céus passarão com ruído, os elementos abrasados se dissolverão, e será consumida a terra com todas as obras que ela contém. Uma vez que todas estas coisas se hão de desagregar, considerai qual deve ser a santidade de vossa vida e de vossa piedade, enquanto esperais e apressais o dia de Deus, esse dia em que se hão de dissolver os céus inflamados e se hão de fundir os elementos abrasados! Nós, porém, segundo sua promessa, esperamos novos céus e uma nova terra, nos quais habitará a justiça. Portanto, caríssimos, esperando estas coisas, esforçai-vos em ser por ele achados sem mácula e irrepreensíveis na paz. Reconhecei que a longa paciência de nosso Senhor vos é salutar...”. (2Pd 3,8-15a).
 
Portanto, nenhum ser humano se salva fora da ressurreição de Cristo, porque não há salvação fora da ressurreição do Filho de Deus. Desse modo entendemos que a ressurreição de Jesus abrange todo o universo, e é por ela que toda a humanidade é salva. Pois, “Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens pelo qual devemos ser salvos”. (At 4,12). Por isso, um dos maiores privilégios do ser humano é dizer: Jesus Cristo me salvou, Nele tenho a vida eterna. E assim seguir o Senhor, ressuscitado com Ele, no seu Corpo, que é a Igreja, a parte visível do Reino de Deus neste mundo.
 
Paz e Bem!
 
Frei Fernando Maria,OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 28/04/2015
Alterado em 11/06/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras