FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


O ÚLTIMO DOM: “HOJE MESMO ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO”
 
Hoje, Senhor, contemplamos a tua ressurreição depois de ver as injustiças cometidas contra ti e contra os que te seguem. Ora, quem vive no pecado enxerga tudo a partir do pecado que comete; e mesmo, tendo a noção do que é justo, contradiz a própria consciência, por instigação do inimigo escondido no pecado que carrega na alma, pois a alma é o lugar onde os pecados cometidos ficam gravados; como também do inimigo causador da perdição dos que o seguem. De fato, os que vivem metidos no pecado se tornam cegos espirituais, que nada enxergam além da culpa nos outros; mesmo que estes sejam inocentes; é uma espécie de projeção, projetam nos outros o que carregam na alma.
 
Aqui estou Senhor, constatando que com tua morte e ressurreição venceste o pecado, venceste o diabo, causador do pecado, e todos os males que o pecado traz. Pois essa realidade maléfica que nos cerca, tem sua causa nos pecados cometidos, dando lugar ao inimigo que age na mente de seus seguidores, de uma forma tão visível que não podemos negar. No entanto, tua misericórdia sobrepõe a tudo e a todos os males, pois, o que seria dos injustiçados se tu não lhes desse o teu amparo? E o que seria dos injustos se tu não lhes oferecesse a tua divina misericórdia? Estou por vê alguém igual a ti, Senhor. Alguém que se compadeça dos pecadores, porque tem a solução que os torna dignos da vida eterna por pura misericórdia.
 
Sim, Senhor, tua vitória sobre o mal é incontestável, pois em teu infinito amor, és misericordioso com todos os pecadores; e, mesmo sofrendo as agruras que te causaram e aos teus, não queres que se perca nenhum daqueles por quem deste a vida, ou seja, os que estavam perdidos, para os quais viestes (cf. Mt 18,11). Pois assim como deste o perdão aos teus algozes, continuas perdoando todos os pecadores arrependidos que buscam a tua divina misericórdia por meio de tua Santa Igreja, no sacramento da reconciliação, porque somente por tua misericórdia somos capazes de ascender contigo ao infinito amor do Pai. Pois “o amor de Deus é um amor sem medida, chamado misericórdia”.
 
Portanto, não cheguemos a Deus sem Deus, mas profundamente arrependidos, pois é no arrependimento que o encontramos e nos reconciliamos com Ele, que nos ama como a filhos e filhas destinados ao Reino dos Céus, morada definitiva dos redimidos pelo sangue precioso de Cristo Jesus, Filho amado Deus. Assim sendo, compreendemos que o arrependimento é o último dom que Deus deu ao ser humano, como vimos no facínora pregado na cruz ao lado de Cristo, que arrependido, disse: “Senhor, lembra-te de mim quando entrares no teu reino”; ao que o Senhor respondeu: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso”.
 
Feliz Páscoa!
 
Paz e Bem!
 
Frei Fernando Maria,OFMConv.
 
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 26/03/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras