FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Lc 6,20-26)(12/9/18).
 
Caríssimos, as bem-aventuranças são o itinerário de perfeição traçado por Deus em Seu desígnio de amor para todos os seus filhos e filhas humanos; e olha que o Filho de Deus para nos libertar sofreu as mais terríveis torturas que lhe impuseram os seus perseguidores, bem como meditamos na Carta aos Hebreus: "Irmãos... Corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus.
Em vez de gozo que se lhe oferecera, ele suportou a cruz e está sentado à direita do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente aquele que sofreu tantas contrariedades dos pecadores, e não vos deixeis abater pelo desânimo."
 
De fato, as bem-aventuranças que nos levam à santidade é via de perfeição, mas em meio às provações que passamos. Talvez até nem compreendamos o porque sofremos uma vez que Deus nos criou para sermos felizes. Tadavia se não existisse o pecado e seu resultado imediato, certamente nada teríamos à sofrer. Mas, e quando vivemos em em estado de graça, porquê será que sofremos injúrias, calúnias, maus tratos, etc.? Porque seguir Jesus é carregar com Ele a nossa cruz de cada dia, como Ele mesmo disse que seríamos perseguidos por causa de seu nome (cf. Mt 10,22).
 
Caríssimos, na verdade ninguém em sã consciência quer sofrer, o sofrimento é algo que sempre procuramos evitar, mas ninguém consegue, é inevitável, pois ele se encontra em todas as fases do viver, em todas as criaturas; aliás, nem o Filho de Deus escapou dele. Porém, quando damos ao sofrimento o mesmo sentido que Cristo deu, aí o padecemos como mérito salvífico e desse modo nos unimos a Cristo em obediência a Deus Pai para amá-lo de todo coração na certeza que é Ele que sofre conosco para nos livrar definitivamente de todo o mal.
 
Por outro lado existem os sofrimentos advindos dos nossos pecados, esses são terríveis, porque somos nós mesmos que os causamos deixando que o mal entre em nossa vida, isto porque o pecado é a porta por onde o mal entra nas almas. Não existe nada pior do que ser escravo do maligno. Com efeito, quando Jesus diz no Evangelho de hoje: "Ai de vós..." Ele nos dá a conhecer qual é o resultado do pecado cometido e qual é o fim daqueles que permanecem nele. A única saída do sofrimento causado pelo próprio pecado é o arrependimento sincero, a confissão e a absolvição sacramental, a reparação e o firme propósito de nunca mais pecar.
 
Paz e Bem!
 
Frei Fernando Maria OFMConv. 
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 12/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras