FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Lc 13,22-30)(31/10/18). 
 
“Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?” Jesus respondeu: “Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão”. Caríssimos, é verdade que a misericórdia de Deus é infinita, mas, essa requer corações que a acolha, pois para se obter esse dom precioso inesgotável, é preciso o arrependimento sincero, que leva à uma conversão permanente para que assim se viva em comunhão com nosso Senhor Jesus Cristo.
 
De certo, no Evangelho de hoje o Senhor nos ensina que um dos grandes obstáculos para se entrar no Reino dos Deus é a injustiça, mas também em outras passagens, Ele aponta ainda o apego às riquezas, a falta de perdão e das obras de misericórdia; a falta de fé, as vãs preocupações, a falta de amor e a dureza de coração. De fato, vivemos num mundo onde o que mais importa aos homens são as riquezas materiais, a fama repentina e o poder temporal, mesmo que para isso tenham que faltar com a caridade, negar a fé e perder a esperança de vida eterna. 
 
Com efeito, as almas que se se entregam ao maligno por uma vida de pecados para trilhar seu caminho infernal, vivem em constantes tormentos, por isso, nunca pruduzem outra coisa senão os frutos de seu desvario, com isso entram pela porta larga da perdição eterna, onde só haverá choro e ranger de dentes. Por isso, fiquemos atentos à oração do salmista: "Feliz o homem que não procede conforme o conselho dos ímpios, não trilha o caminho dos pecadores, nem se assenta entre os escarnecedores. Feliz aquele que se compraz no serviço do Senhor e medita sua lei dia e noite." 
 
Conclusão: Senhor, quem morará em Vossa casa e no Vosso Monte Santo, habitará? É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente; que pensa a verdade no seu íntimo 
e não solta em calúnias sua língua.
 
Que em nada prejudica o seu irmão,
nem cobre de insultos seu vizinho;
que não dá valor algum ao homem ímpio,
mas honra os que respeitam o Senhor.
 
Não empresta o seu dinheiro com usura,
nem se deixa subornar contra o inocente.
Jamais vacilará quem vive assim!
 
Paz e Bem! 
 
Frei Fernando Maria OFMConv. 
 
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 31/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras