FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Mc 9,2-13)(23/02/19)
.
Caríssimos, sem fé é impossível agradar a Deus (cf. Hb 11,6), porque, como vimos na primeira leitura de hoje: "A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê." Ora, não é difícil entender isso, pois, nosso mundo visível está envolto pelo invisível que o sustenta, o próprio ar que respiramos, do qual dependemos cem por cento, é invisível e sem ele não temos vida naturalmente. Desse modo, o ar que respiramos é uma imagem de Deus à quem não vemos, mas o percebemos pelas evidências que nos dá de sua presença.
.
Na Carta aos Hebreus, assim meditamos: "Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas. Esplendor da glória (de Deus) e imagem do seu ser, sustenta o universo com o poder da sua palavra." Desse modo, Deus se faz visível por seu Filho Jesus Cristo, o qual ressuscitou dentre os mortos, presente sensivelmente na Sua Igreja por meio dos Sacramentos de nossa salvação e daqueles que Ele escolheu para estar à frente de seu rebanho.
.
No Evangelho de hoje Jesus se transfigura diante dos Apóstolos Pedro, Tiago e João, para lhes revelar por antecipação o esplendor da Ressurreição para que eles não se escandalizassem por sua morte de Cruz. De fato, "O que é estulto no mundo, Deus o escolheu para confundir os sábios; e o que é fraco no mundo, Deus o escolheu para confundir os fortes; e o que é vil e desprezível no mundo, Deus o escolheu, como também aquelas coisas que nada são, para destruir as que são. Assim, nenhuma criatura se vangloriará diante de Deus."
.
Conclusão: Caríssimos, o nosso encontro com Deus se dá pelas evidências naturais (cf. Rm 1,19-20), pela dom da fé (cf. Hb 11,6), pelos sinais sensíveis dos Sacramentos (cf. Jo 1,33; Mt 26,26-28; Jo 20,21-23; Mc 6,7-13), pela oração pessoal e coletiva (Mt 18,19-20) e pelo amor com que amamos uns aos outros (cf. Jo 15,9-14). Portanto, é assim que nos tornamos um só com o Senhor no seio de Sua Igreja, Seu Corpo Místico.
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv. 
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 23/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras