FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Mc 9,30-37)(26/02/19)
.
Caríssimos irmãos e irmãs, estamos à caminho da eternidade e a fronteira que separa a eternidade do tempo se chama sopro de vida. Ora, e no tempo de vida que temos neste mundo nos deparamos com uma clara divisão entre Bem e mal, que nos questiona, nos levavando à tomar decisões que influenciam nossa permanência aqui e no nosso devir eterno para o qual se destina toda humanidade. De uma coisa fiquemos certos, todos os acontecimentos de nossa vida passam primeiro pelo nosso livre arbítrio e depois que decidimos é que eles ocorrem.
.
A liturgia de hoje nos ensina que o Bem de Deus em nós é infinitamente superior à todo o mal que existe no mundo, por isso, quando decidimos seguir o Senhor a nossa recompensa é imediata, traduzida pelo estado de graça que Ele nos dá permanecendo conosco em meio às tribulações que sofremos por rejeitarmos as falsas compensações que o maligno oferece para aqueles que o servem por meio dos pecados que cometem. 
.
Por isso, o Senhor nos exorta na Primeira leitura de hoje: "Filho, se decidires servir ao Senhor, permanece na justiça e no temor e prepara a tua alma para a provação. Mantém o teu coração firme e sê constante, inclina teu ouvido e acolhe as palavras de inteligência, e não te assustes no momento da contrariedade. Suporta as demoras de Deus, agarra-te a ele e não o deixes, para que sejas sábio em teus caminhos. Tudo o que te acontecer, aceita-o, e sê constante na dor; e nas contrariedades de tua pobre condição, sê paciente. Pois é no fogo que o ouro e a prata são provados e, no cadinho da humilhação, os homens agradáveis a Deus."
.
Conclusão: Caríssimos, no Evangelho de hoje Jesus nos ensina como devemos percorrer com perfeição o caminho da vida eterna: “Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos! Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles, e abraçando-a disse: “Quem acolher em meu nome uma destas crianças, é a mim que estará acolhendo. E quem me acolher, está acolhendo, não a mim, mas aquele que me enviou”.
.
Portanto, o Reino de Deus pertence àqueles que se mantém na inocência e na humildade tal qual uma criança; ora, isso significa acolher Jesus como aquele que o Pai enviou, para vivermos todos os dias de nossa vida em santidade e justiça como ele nos ensina.
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 26/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras