FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


Homilia do 8°Dom do tempo comum (Lc 6,39-45)(03/03/19)
.
Caríssimos irmãos e irmãs, a vida num todo está ligada diretamente à palavra tal como meditamos no Evangelho segundo São João: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito." E ainda na Carta de São Paulo aos Colossensses: "Jesus é a imagem de Deus invisível, o Primogênito de toda a criação. Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as criaturas visíveis e as invisíveis. Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem nele."
.
Ora, conforme a primeira leitura da liturgia de hoje: "O fruto revela como foi cultivada a árvore; assim, a palavra mostra o coração do homem." Como vimos aqui, a palavra é o fundamento revelador de quem somos e também o desfecho final à que tendemos quando falamos: "Não elogies a ninguém, antes de ouvi-lo falar; pois é no falar que o homem se revela." Certa feita, disse São Francisco de Assis: "Somos o que somos aos olhos de Deus e nada mais." Ou seja, a vida só tem sentido quando a vivemos por amor a Jesus, o Filho de Deus, que nos amou e se entregou por nós.
.
Com efeito, já a segunda leitura nos leva a refletir sobre o viver natural que se destina para a morte temporal e que ninguém escapa disso; todavia, a fé em Jesus Cristo recebida no batismo nos faz ressuscitar com Ele para a vida eterna passando pela morte como Ele passou, nos abrindo as portas do Reino dos Céus, para nos fazer participantes de sua natureza divina. De fato, não haveria esperança alguma se Cristo não houvesse ressuscitado e não nos fizesse ressuscitar com Ele pelo poder do infinito amor de Deus nosso Pai.
.
Caríssimos, no Evangelho de hoje, Jesus nos ensina que estamos na vida não como juízes, mas sim como irmãos que reconhecemos as próprias fraquezas e por isso, perdoamos sempre os que enontramos em nosso dia a dia em estado de pecado mortal. 
.
Conclusão: Para refletir melhor sobre isso, perguntemos: Quem de nós nunca pecou na vida? Eis a resposta que o Senhor mesmo nos dá: "Por que vês o cisco que está no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho? Como podes dizer a teu irmão: ‘Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando não percebes a trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás enxergar bem para tirar o cisco do olho do teu irmão."
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 05/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras