FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Mt 6,1-6.16-18)(06.03.19)
.
Amados irmãos e irmãs, hoje iniciamos o tempo da Quaresma, tempo fecundo de profunda reflexão sobre a brevidade da vida neste mundo; pois, somos pó e para o pó voltaremos, porém, firmados na esperança da ressurreição realizada por Cristo em nosso favor. De fato, esse tempo nos leva à uma permanente conversão e ao crescimento nas virtudes da caridade, da humildade e da perseverança que o Senhor nos concede por meio dos exercícios quaresmais da oração, do jejum e da esmola, esteios que nos mantém convictos da fé que professamos.
.
Com efeito, os símbolos que acompanham este tempo são as cinzas, que nos lembram o pó que somos e a humildade que precisamos para vencermos as tentações que se nos apresentam; a cor roxa, que nos aponta a penitência que precisamos fazer para permanecermos fiéis aos nossos compromissos assumidos perante o Senhor; o silêncio interior e exterior, no qual o encontramos e mantemos com Ele um fecundo diálogo filial repleto de profundo respeito e obediência, virtudes próprias daqueles que o amam.
.
De certo, como vimos acima, essas práticas quaresmais são meios de purificação e santificação das almas que por elas se exercitam tendo como fim o verdadeiro testemunho dos sofrimentos de Cristo e de sua ressurreição. Por isso, muita atenção, para não fazer delas marketing promocional ou busca de fama, principalmente nesse tempo em que os celulares e as redes estão ocupando o tempo e o lugar de Deus nas almas. Aliás, hoje em dia tudo se torna motivo para se aparecer na mídia e assim fazer milhares de seguidores; e com isso, deixam de lado as práticas piedosas e a verdadeira comunhão com o Senhor.
.
Conclusão: Caríssimos, a fé que praticamos é fruto do testemunho daqueles que deram a vida para se manterem fiéis ao Senhor na prática de seus ensinamentos em busca da santidade que Ele nos concede. "Desse modo, cercados como estamos de uma tal nuvem de testemunhas, desvencilhemo-nos das cadeias do pecado. Corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus. Em vez de gozo que se lhe oferecera, ele suportou a cruz e está sentado à direita do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente aquele que sofreu tantas contrariedades dos pecadores, e não vos deixeis abater pelo desânimo. Ainda não tendes resistido até o sangue, na luta contra o pecado."
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 06/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras