FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA DIA (Jo 15,9-17)(14.05.19)
.
Caríssimos, o chamado de Deus em nossa vida é um mistério que só será desvendado na eternidade, pois, por mais que nos esforcemos para entender, todo esforço parece inútil porque o mistério continua; é certo que temos a liberdade de dizermos sim ou não, dependendo do amor com que amamos o Senhor e da determinação em vencermos à nós mesmos diante das outras opções que aparecem.
.
Na liturgia de hoje contemplamos a escolha de Matias para recompor o Colégio Apostólico, visto que Judas, não só traiu o Senhor, como também abandonou o chamado por causa dos interesses materiais, mesmo tendo ouvido as Palavras de Jesus e participado de todos os seus milagres como os demais Apóstolos; e aqui cabe refletirmos bem para não sedermos à mesma tentação que ele.
Com efeito, como experiência de minha vocação percebo que o Senhor cuida muito bem dela em todos os sentidos de minha vida, por isso, tenho muitíssimo a agradecer à Ele, porque estou de pé por depender cem por cento dele que nunca falha com nenhum de nós, exatamente porque é Deus e nos ama, como vimos no Evangelho de hoje. 
.
Conclusão: Caríssimos, em se tratando de vocação uma das maiores tentações que sofremos é a autossuficiência, ou seja, achar que podemos tudo por nós mesmos; ora, quem age assim facilmente perde o sentido de seu chamado. Portanto, precisamos entender que qualquer vocação é um serviço e a melhor forma de presta-lo é se pôr totalmente à disposição do Senhor porque a obra é Dele.
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 14/05/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras