FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Textos


PEQUENO SERMÃO DE CADA (Mt 13,36-43)(30.07.19)
.
Caríssimos, é evidente para toda a criação a invisibilidade de Deus, mas também é claramente perceptível a Sua visibilidade nas obras de suas mãos. Na Carta aos Romanos São Paulo assim se expressa à esse respeito: "Porquanto o que se pode conhecer de Deus os homens o lêem em si mesmos, pois Deus lho revelou com evidência. Desde a criação do mundo, as perfeições invisíveis de Deus, o seu sempiterno poder e divindade, se tornam visíveis à inteligência, por suas obras; de modo que não se podem escusar."
.
Na primeira leitura de hoje a Tenda da Reunião, lugar sagrado onde Deus se encontra com Moisés e o instrui conforme os seus desígnios; e, também, onde o povo o procura para ouvir seus conselhos e tomar decisões conforme a justiça divina; representa a Igreja onde o Povo de Deus no Novo Testamento encontra Cristo, o Seu Filho, que lhes revela a Sua Vontade, para que o sigam fielmente até o Reino dos Céus.
.
Caríssimos, no Evangelho de hoje os discípulos pedem que Jesus lhes explique a Parábola do joio e do trigo; ora, desse modo fica claro que eles não lhe dão uma interpretação subjetivista, mas, a procuram no Senhor que de imediato lhes explica. Desse modo, hoje toda a criação conhece claramente o seu significado. É bem como nos ensina São Pedro na sua segunda Carta: "Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus." (2Pd 1,20-21).
.
Paz e Bem!
.
Frei Fernando Maria OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 30/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Frei Fernando,OFMConv. e o site: www.freifernando.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras