FREI FERNANDO, VIDA , FÉ E POESIA

A vida, como dom, é uma linda poesia divina, declamemo-la ao Senhor!

Meu Diário
22/08/2022 04h57
A TRISTEZA DO REMORSO SEM ARREPENDIMENTO LEVA À MORTE...

Voltar a Deus com arrependimento verdadeiro

 

"O sentimento da presença de Deus não é apenas o fundamento da paz numa consciência reta; é também o fundamento da paz no arrependimento. À primeira vista, pode parecer estranho que o arrependimento do pecador produza nele conforto e paz. É certo que o evangelho promete transformar toda a dor em alegria; temos, pois, de nos alegrar até na dor, na fraqueza e no desprezo. 

 

Gloriamo-nos «também nas tribulações [...] porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações, pelo Espírito Santo, que nos foi concedido», diz o apóstolo Paulo (Rom 5,3-5). Mas, se há dor que pode parecer um mal absoluto, que continua a ser um mal no reinado do evangelho, é claramente a consciência de não termos correspondido ao evangelho. Se há momento em que a presença do Altíssimo pode parecer-nos intolerável, é o momento em que tomamos subitamente consciência de termos sido ingratos e rebeldes para com Ele.

 

E, contudo, não há arrependimento verdadeiro que não seja acompanhado pelo pensamento de Deus. O homem arrependido pensa em Deus no seu coração porque O procura; e procura-O porque é movido pelo amor. É por isso que a própria dor de ter ofendido a Deus deve ser acompanhada por uma certa doçura, a doçura do amor. O que é o arrependimento, senão o impulso do coração, que nos leva a entregar-nos a Deus, quer para o perdão, quer para a correção, a amar a sua presença por si mesma, a preferir a correção que dele provém ao repouso e à paz que o mundo poderia oferecer-nos sem Ele? 

 

Enquanto vivia nos campos com os porcos, o filho pródigo sentia dor, mas não se sentia arrependido; limitava-se a ter remorsos. Quando, porém, começou a sentir-se verdadeiramente arrependido, levantou-se, voltou para junto do pai, a quem confessou que pecara, libertando assim o coração da sua miséria. 

 

O remorso, aquilo a que o apóstolo Paulo chama «a tristeza do mundo», produz a morte (2Cor 7,10). Em vez de voltarem para junto da fonte da vida, do Deus da consolação, aqueles que estão cheios de remorsos limitam-se a revolver as próprias ideias, sem conseguirem confiar a ninguém a dor que sentem. [...]

 

Precisamos de conforto para o nosso coração, a fim de que ele saia das trevas e abandone a tristeza. [...] Mas só a presença de Deus pode ser para nós refúgio verdadeiro." (São John Henry Newman (1801-1890).

 

Paz e Bem!


Publicado por Frei Fernando Maria em 22/08/2022 às 04h57
 
09/02/2019 19h32
A MISERICÓRDIA DO SENHOR É INFINITAMENTE SUPERIOR À NOSSA NATUREZA...

Isaac o Sírio (século VII)

monge perto de Mossul

Discursos ascéticos, 1.ª série, n.º 60

«Compadeceu-Se de toda aquela gente»

Se David apelida Deus de justo e reto, o Filho revelou-nos que Ele é bom e manso. [...] Longe de nós o pensamento injusto de que Deus não Se compadece. [...] Como é admirável a compaixão de Deus! Quão maravilhosa é a graça de Deus nosso Criador, tão poderosa que tudo sofre! Que bondade incomensurável, da qual Ele investe a nossa natureza de pecadores para a recrearmos. Que dizer da sua glória? Ele perdoa quem O ofendeu e quem blasfemou, Ele renova esta poeira sem alma [...], e faz do nosso espírito disperso e dos nossos sentidos extraviados uma natureza dotada de razão e capaz de pensar. O pecador não está em condições de compreender a graça da sua ressurreição. [...] O que é a geena face à ressurreição, quando Ele nos erguer da condenação, concedendo a este corpo perecível a graça de se revestir de incorruptibilidade (1Cor 15, 53)? [...]  

Vós que tendes discernimento, vinde e admirai. Dotados de inteligência sábia e maravilhosa, admirai a graça do nosso Criador como ela merece. Esta graça é a retribuição dos pecadores. Porque, em vez do que eles merecem com toda a justiça, dá-lhes a sua ressurreição, revestindo os corpos que profanaram a sua Lei da glória da incorruptibilidade. Esta graça – a ressurreição que nos é dada depois de termos pecado – é maior que a primeira, que Ele nos deu quando nos criou, enquanto não existíamos. Glória à tua graça incomensurável, Senhor! Apenas me posso calar perante as vagas da tua graça. Sou incapaz de Te dizer a gratidão que Te devo.

Paz e Bem! 


Publicado por Frei Fernando Maria em 09/02/2019 às 19h32
 
11/06/2018 16h34
O QUE É EVANGELIZAÇÃO...

O que é Evangelização... 

Evangelização é a moção do Espírito Santo que nos leva à testemunhar Cristo dando a vida por Ele...

Paz e Bem! 

Frei Fernando Maria OFMConv. 


Publicado por Frei Fernando Maria em 11/06/2018 às 16h34
 
10/06/2018 17h11
PARA QUEM NÃO SE ARREPENDE DOS PECADOS...

Para quem não se arrepende dos pecados... 

De fato, se alguém fez tudo na vida conforme a vontade de Deus, não tem do que se arrepender; porém, se não o fez e não se arrepende, essa atitude é orgulho incrustado que mantém os pecados e o seu resultado gravados na alma; coisa insuportável para uma alma que foi criada somente para amar a Deus e não para ofendê-lo com seus atos nefastos...

Paz e Bem! 

Frei Fernando Maria OFMConv. 


Publicado por Frei Fernando Maria em 10/06/2018 às 17h11
 
09/06/2018 17h00
IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA...

UM PENSAMENTO PARA CADA DIA... 

"Maria guardava todas as coisas de Deus em seu coração e nelas meditava." 

Paz e Bem!

Frei Fernando Maria OFMConv. 


Publicado por Frei Fernando Maria em 09/06/2018 às 17h00



Página 1 de 196 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » próxima»

Site do Escritor criado por Recanto das Letras